Olimpíadas Portuguesas de Biologia

FAQ

Perguntas Frequentes

Tenho uma visita de estudo marcada para o dia da prova. Posso realizar a prova no local da visita?

Por princípio, não. Mas há exceções. Pode fazer uma exposição à Organização das OPB e se provar que há condições adequadas para realizar a prova com vigilância e à mesma hora, poderá eventualmente ser permitida a mudança de local. Qualquer prova realizada fora da escola sem autorização da Organização implicará a desclassificação de todos os participantes desse grupo de alunos.

– Posso iniciar a prova na minha escola  a uma hora diferente da estipulada para o início?

Poderá desde que:
– Faça o pedido por e.mail para a Organização das Olimpíadas
– O horário solicitado de realização da prova não tenha o seu início mais de 90 minutos antes das 14:30 nem após as 16:00. Ou seja, a prova na sua escola não pode acabar antes de começar a prova no resto do país nem poderá começar depois de acabar a prova no resto do país.

– Posso ser o Professor Responsável em mais do que uma escola?

Sim, se der aulas em mais do que uma Escola (por exemplo uma pública e uma privada) pode ser o PR em ambas. Contudo tem que se inscrever duas vezes, uma por cada escola.

– O Professor Responsável na Escola pode ser mais do que um? Qual o número máximo?

Cada Escola pode ter um único Professor Responsável ou vários. Por Exemplo, pode ter um Professor que seja PR, simultaneamente, das Olimpíadas Sénior e Júnior, ou pode haver um para cada uma delas ou, ainda, um PR para cada um dos anos (9º, 10º 11º, 12º). Embora não exista um número máximo, é desejável que o número de Professores Responsáveis não seja superior a 4, desejavelmente apenas 1.

– Não é injusto para os alunos de 10º ano (e 11º) que os testes sejam iguais para o 10º, 11º e 12º ano?

Estas Olimpíadas Portuguesas servem, também, para seleccionar os vencedores que participarão nas Olimpíadas Internacionais de Biologia (IBO), em Julho de 2014, em Bali, Indonésia e nas Olimpíadas Ibero-americanas de Biologia (OIAB), em Setembro de 2014 no México. De acordo com o regulamento das Olimpíadas Internacionais, a selecção deve ser feita através do mesmo teste para todos os alunos de 15-19 anos de idade. De qualquer das formas, embora os testes sejam os mesmos, os alunos competem essencialmente com os colegas do seu ano, na medida em que serão premiados os melhores alunos de 10º ano, os melhores de 11º e os melhores de 12º, independentemente da classificação geral. Este sistema permite também distinguir alunos muito jovens particularmente dotados na área da Biologia, que possam, apesar da idade revelar-se como vencedores. Por exemplo, dos 4 alunos seleccionados em 2011, um deles era um aluno de 11º ano (actualmente no 12º), que venceu todos os alunos de 12º ano menos 3, e teve uma participação brilhante nas Olimpíadas Ibero-americanas. Também em 2012, um dos alunos vencedores era de 11º ano e foi o aluno português melhor classificado nas OIAB nesse ano.

Além disso, desde 2012 damos a possibilidade de os alunos de 10º poderem concorrer apenas à prova de 10º ano (respondendo apenas às primeiras perguntas, assinaladas como sendo de 10º) ou a toda a prova, indo nesse caso para a classificação geral (ver regulamento).

– Os alunos que ficaram entre os 10 primeiros no ano passado podem voltar a concorrer?

Os alunos podem concorrer todos os anos (do 9º, nas Júnior até ao 12º na Sénior). E até podem vencer todos os anos. Todavia, no caso de ficarem classificados nos 4 primeiros lugares das “Sénior”, só poderão participar nas IBO (Olimpíadas Internacionais de Biologia) uma única vez e nos 4 segundos lugares das “Sénior”, só poderão participar nas OIAB (Olimpíadas Ibero-americanas de Biologia) uma única vez. Ou seja, se um aluno de 10º ou 11º vencer este ano e participar nas OIAB, poderá participar nas nacionais para o ano, mas não poderá voltar a participar nas OIAB. Mas um aluno que vença dois anos seguidos poderá participar no 1º ano nas OIAB e no 2º ano nas IBO (o inverso, contudo, não é permitido).

– Quem envia as provas?

A organização envia as provas por correio electrónico para os Diretores do Agrupamento (Escolas Públicas) ou o Diretores Pedagógicos (Escolas Privadas e Cooperativas) , que têm a obrigação de imprimir/fotocopiar as provas em número suficiente para todos os alunos inscritos. As provas são enviadas em data a designar na calendariazação constante na página dos Regulamentos e Datas Importantes.

– Quem corrige as provas?

A correcção e classificação dos testes são realizadas pela organização, que reúne uma vasta equipa de correcção, enviando depois os resultados para as escolas. Qualquer erro que possa existir na classificação deverá ser transmitido pelo PR à Organização num período de 5 dias após a recepção das classificações.

– Posso ter acesso à classificação de todas as escolas?

Não. A Organização não torna públicas as classificações de todas as escolas. Apenas divulga ao Professore Responsável as classificações da sua própria escola. No final, poderão ser enviados aos professores interessados os dados estatísticos de cada uma das provas: Médias, notas mais altas e mais baixas, por ano e na classificação geral, médias por pergunta, etc. 

– Onde se realizam todas as provas?

As duas eliminatórias que constituem a Olimpíada Júnior bem como as duas primeiras eliminatórias da Olimpíada Sénior realizam-se nas próprias escolas.

Apenas a final (3ª eliminatória) da Olimpíada Sénior (10º ao 12º ano) será realizada em Lisboa. Os alunos serão alojados durante uma noite em Lisboa com as despesas de alojamento e alimentação por conta da organização.

– Qual o nº máximo de alunos que podem participar?

Não há número mínimo nem máximo para concorrer, por escola. Cada escola pode concorrer com apenas um aluno ou com todos os alunos da escola. Fica ao critério dos professores decidir se permitem que concorram todos ou se seleccionam os alunos que desejam que concorram

– Como e quando fazemos as inscrições dos alunos?

Os Professores terão que inscrever os seus alunos internamente e informar a organização sobre o nome e número dos alunos inscritos, em ficheiro fornecido para a organização e até cerca de 5 dias antes da realização da 1ª eliminatória.

– Que informações dos alunos são necessárias para a sua inscrição nas OPB?

A organização apenas necessita de saber o nome completo do aluno*, o ano que frequenta*, a escola que frequenta* e a sua data de nascimento*. Essas informações constarão do cabeçalho da folha de resposta e serão anuladas as provas em que esses campos não forem preenchidos.

*Nota: Dados obrigatórios para inscrição dos alunos